LOG IN ALUNOS

LOG IN PROFESSORES

Professora de tênis de mesa do Carmo participou de 3 Olimpíadas e 5 Pan-Americanos

A atleta Lígia Silva é formada em Educação Física e atualmente também é treinadora das categorias de base da seleção brasileira de tênis de mesa

 

As jogadas de Lígia Silva, mesatenista profissional de 37 anos, já pontuaram em diversos cantos do mundo. A ex-atleta e hoje treinadora das categorias de base pré-mirim e mirim da seleção brasileira de tênis de mesa saiu de Manaus (AM) aos 17 anos e participou de três edições da maior competição esportiva do planeta: esteve nas Olimpíadas de Sidney (Austrália, 2000), Atenas (Grécia, 2004) e Londres (Inglaterra, 2012); e também representou o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg (Canadá, 1999); Santo Domingo (República Dominicana, 2007); Rio de Janeiro (Brasil, 2007); Guadalajara (México, 2011) e Toronto (Canadá, 2015).

 

 

A carreira bem-sucedida da atleta de Manaus (AM) não revela que o que ela queria mesmo era ser nadadora quando criança. Mas o destino quis que na Vila Olímpica do Amazonas tivesse apenas vaga para tênis de mesa. Uma simples brincadeira de adolescente foi se tornando séria e Lígia passou a competir em torneios do Estado e foi ganhando, depois vieram as competições nacionais, que também começou a ganhar. O talento e o esforço renderam um convite para se tornar atleta da Prefeitura Municipal de Santos em 1998. No ano seguinte já estava nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg (Canadá).

 

“Vim para Santos porque tinha que estar no polo principal do tênis de mesa junto com os melhores para me aprimorar. Estar em SP permitia ir para qualquer lugar do Brasil, por ser um lugar mais centralizado. Aqui pude participar de todas as competições da modalidade”.


Das muitas dificuldades que encontrou pelo caminho, como treinar descalça por não ter tênis, colocar as bolinhas em água quente para desamassá-las e percorrer longas distâncias a pé para treinar, Lígia transformou em motivação para vencer não só os adversários, mas a si mesma.


Ganhou medalha de bronze por equipes no Pan-Americano de Winnipeg (Canadá, 1999). Nas Olimpíadas de Sidney (Austrália, 2000) foi a primeira brasileira a disputar um torneio individual olímpico. Venceu por três vezes o Campeonato Latino-Americano Individual (2006, 2009 e 2014). Em 2014, no mundial por equipes, subiu para a primeira divisão, feito que não ocorria desde 1950.



Treinadora das categorias de base da seleção brasileira


Formada em 2004 em Educação Física pela Universidade Santa Cecília, Lígia é professora de tênis de mesa pela Prefeitura de Santos no Centro Esportivo Dale Coutinho há 8 anos e desde março de 2018 também dá aulas no Colégio do Carmo.


Em abril de 2018 foi convidada pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) para ser treinadora das categorias de base pré-mirim e mirim da seleção brasileira.


“A transição de atleta para treinador está sendo ótima. Não concordo com a ideia de que um bom atleta automaticamente será um bom treinador, por isso sigo estudando e aprendendo todos os dias”, conta.
As aulas no Colégio do Carmo ocorrem às segundas, quartas e sextas, das 13h20 às 14h10 para alunos do 7º ano. Já os treinos com os atletas mirins da seleção brasileira são realizados aos finais de semana no Centro Paralímpico Imigrantes, em São Paulo.